Lezíria Parque Hotel  header
Home > O quê ver em Vila franca de Xira

O quê ver em Vila franca de Xira
Lezíria Parque Hotel



Vilafranca de Xira é uma cidade situada na margem direita do Tejo, famosa pelos seus campos de cultivo, as chamadas lezírias e pelos seus rebanhos de cavalos e touros. Além disso, é uma cidade com uma longa e intensa história, tendo sido chave na defesa contra os franceses no início do século XIX e tendo produzido uma tentativa de golpe de estado nela.

Atualmente faz parte da área metropolitana de Lisboa. Isso o torna muito facilmente acessível por veículos particulares e transportes públicos. Por isso, embora não seja uma cidade espetacular, vale a pena visitá-la e conhecer seus palácios e edifícios religiosos, como a Igreja Matriz, a Misericórdia e o Convento de Santo Antônio.

UMA CIDADE DEDICADA À TAUROMAQUIA



Vilafranca de Xira é uma cidade dedicada de corpo e alma aos touros, como o testemunham os diversos monumentos que têm este animal como protagonista, como o Monumento ao Campino e o Monumento ao Toureiro.

Não é de estranhar, pois, que uma das coisas principais a ver em Vilafranca de Xira seja a sua Praça de Touros. Embora não seja uma praça muito grande (tem capacidade para 4.126 pessoas), é uma praça interessante, que funciona desde há 120 anos. Nas suas instalações funciona um museu etnográfico voltado para o mundo das touradas.

Também pode visitar vários rebanhos e centros equestres nos campos da periferia da cidade.

Se for em agosto, saiba que nessa época se comemora a festa do Colete Encarnado, tendo as touradas como uma de suas principais atrações.

O ESTUÁRIO DO TEJO



Outra grande atracção de Vilafranca de Xira é a Reserva Natural do Estuário do Tejo, uma das mais importantes zonas húmidas da Europa. É uma área tão extensa que os locais a chamam de "Mar de Palha", onde se concentram até 120.000 aves, 20% de todas as do continente, por isso é especialmente interessante para os amantes da ornitologia. Você também pode ver vestígios de atividades tradicionais como a extração de sal em diferentes museus etnográficos.

A reserva pode ser visitada a pé ou em bicicleta, mas a forma mais original e bonita de conhecê-la é com uma ruta em um "varino", um tradicional barco de pesca. A própria Câmara Municipal de Vilafranca oferece percursos pelo Tejo num varino denominado Liberdade.